Curiosidades, Natação

A importância da hidratação para nadadores

istock-697386404

Existe necessidade do ser humano se hidratar na prática de qualquer atividade física, e ao contrário do que se pensa, na natação também.

Pessoas que praticam esta atividade deixam a desejar em relação ao fator hidratação, pois no meio líquido a tendencia é não sentir sede, o que pode causar sequelas renais a médio/longo prazo.

Ao se nadar, existe um aumento da demanda energética, e a maior parte da energia é dissipada na forma de calor, promovendo assim um aumento da temperatura corporal. Entretanto, este aumento de calor não é sentido, em função de o meio líquido mascarar a sensação.

Quanto mais fria a água, mais mascarada fica a sensação de sede. O aumento da demanda energética da musculatura é necessário para sustentar o ritmo promovido pela contração muscular, e o resultado é a redução do desempenho físico, seja de iniciantes, nadadores intermediários ou para os que já nadam com desenvoltura.

A necessidade de reposição líquida é variável, sendo influenciada pelas tarefas solicitadas pelo Professor/a de natação, além do nível de condicionamento físico e aspectos genéticos. Em casos extremos, chega-se ao desmaio, e na água isto pode ser crítico.

Para não chegar a esse nível é necessário que o nadador/a, independente de seu nível, reponha os líquidos com frequência durante as aulas.
Essa hidratação vai variar de acordo com cada pessoa e a sua individualidade fisiológica. A pessoa deve se acostumar a tomar pequenos goles, mesmo sem sentir sede.

Aconselha-se olhar a coloração e o volume da urina com frequência e observar se está clara, límpida. A manutenção do balanço hídrico durante a natação é importante, e, em alguns casos, aconselha-se ajuda de um profissional de Nutrição Esportiva.

Aprenda a sentir prazer ingerindo líquidos com frequência.

Texto escrito pela Prof. : Aline CREF 011349-G/MG

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.