Curiosidades, Natação

Minha filha ficará com os ombros largos?

Neste contexto trago um medo infundado que muitas mães e pais tem, sobre a possibilidade de suas filhas ficarem com os ombros largos com a prática da natação.

A princípio não há comprovações cientificas na literatura desportiva especifica, que ateste que a modalidade de natação provoque o desenvolvimento de ombros largos.

Obviamente que o padrão de trabalho e o tempo de prática nesta modalidade são importantes na avaliação destas considerações, geralmente nadadores olímpicos apresentam um corpo esguio com ombros e costas mais largos, porém, devemos levar em consideração que estes atletas, treinam desde cedo e em um ritmo que a maioria das pessoas não são capazes de manter. 

Apenas para fins comparativos, um atleta olímpico chega a nadar em média três horas seguidas, somente uma modalidade, com intensidades diferentes e várias vezes na semana.

Portanto pais e mães não precisam se preocupar, porque suas filhas não ficarão com ombros e costas mais avantajados, mesmo que sua filha treine cinco vezes na semana e tenha um ganho muscular, não será um ganho que atente contra a estética feminina.

Aqui na Academia Mergulho realizamos um trabalho baseado na tríade do desenvolvimento cognitivo, afetivo e motor, onde ensinamos de uma maneira lúdica.

Nossas aulas acontecem duas vezes na semana, trabalhando as técnicas dos quatro nados – crawl – costas – borboleta e peito – com um volume/intensidade que não proporcionará o ganho de massa magra nos ombros. 

Portanto nossas meninas continuarão com um corpo esguio e delicado.

Texto escrito por: Professora Tatiana Gea CREF 025918-G/MG

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.