Curiosidades, Natação

O desenvolvimento do meu Bebê está normal no primeiro ano de vida?

desenvolvimento-do-bebe-1

Algumas questões em relação ao desenvolvimento dos bebês devem ser observadas pelos pais, que são os cuidadores mais próximos das crianças pequenas.

Atualmente esses cuidados estão sendo divididos entre pais, avós e os cuidadores das escolas maternais que recebem crianças antes de um ano de idade cronológica.

O olhar atento desses cuidadores, parentais ou não, pode perceber algumas características específicas de cada mês desse primeiro ano que, aliás, é o mais importante no que diz respeito ao desenvolvimento motor infantil.

Tarefa de estabilidade
Controle da cabeça:

  • Vira para um lado: Nascimento
  • Vira para ambos os lados: 1ª semana
  • Se segura com apoio: 1º mês
  • Desencosta o queixo da superfície de contato: 2º mês
  • Bom controle em decúbito ventral: 3º mês
  • Bom controle em decúbito dorsal: 5º mês

Controle do tronco:

  • Levanta cabeça e peito: 2ºmês
  • Tenta virar de bruços: 3º mês
  • Rola com sucesso para ficar de bruços: 6º mês
  • Rola de bruços para a posição de decúbito dorsal: 8º mês

Sentar:

  • Senta com apoio: 3º mês
  • Senta com o próprio apoio: 6º mês
  • Senta sozinho: 8º mês

Ficar em pé:

  • Fica em pé com apoio: 6º mês
  • Apoia-se segurando pelas mãos: 10º mês
  • Puxa-se para ficar em pé com apoio: 11º mês
  • Fica em pé sozinho: 12º mês
  • Tarefas Locomotoras
  • Movimentos horizontais
  • Movimentos rápidos das pernas: 3º mês
  • Arrasta-se: 6º mês
  • Engatinha: 9º mês
  • Anda em quatro apoios: 11º mês

Andar ereto

  • Anda com apoio: 6º mês
  • Anda segurando com as mãos: 10º mês
  • Anda com orientação: 11º mês
  • Anda sozinho (mãos para o alto): 12º mês
  • Anda sozinho (mãos abaixadas): 13º mês

É importante ressaltar que uma criança não é igual a nenhuma outra, portanto podem correr pequenas variações no tempo de amadurecimento sem que isso indique algum tipo de patologia ou disfunção neurológica. Um exemplo disso seria com 8 meses a criança não senta com apoio.

Qualquer dúvida procure sempre um médico pediatra de sua confiança.

Texto escrito pela Professora Fabiana Silva Santos CREF 003562-G/MG

Deixe uma resposta